Barbershops e Outras Quesilias

NewImage

 

Quem me conhece sabe que não sou de feminismos ou outros “ismos “, sabe também que sou extremamente distraída.

De Setembro a Dezembro passei diariamente por esta Barbearia nunca reparei em sinais nenhuns sobre discriminação de genero na porta e muitas vezes olhei lá para dentro porque achava piada ao espaço, lembro-me de ver um cliente lá dentro uma vez, todas as outras vezes estava vazia, talvez porque os preços são um tanto ou quanto puxados.

Nos últimos dias fiquei perplexa com uma campanha anti Figaro’s e parece-me que as tontinhas de Lisboa fizeram o que era suposto para a campanha de Marketing da Barbearia, um lugar vazio a tender para o encerramento de repente torna-se numa espécie de Gentlemen’s Club para os hipsters da Capital.

Ora eu que passei ali à porta diariamente durante meses, nunca me deu vontade de entrar nesse Club vazio porque é que de repente por ter a foto de um senhor e um cão me apeteceria? E porque é que os homens não podem ter direito a um lugar só deles? Eu também pertenço a organizações para mulheres e vou a almoços e reuniões só para mulheres ou também não posso e daqui uns dias entram-me restaurante a dentro uns rapazes com cartazes a chamar-nos nomes? E as despedidas de solteiro e solteira passam a ser mistas? E os jantares com amigas passam a proibidos?

Tenham lá paciência! Ser feminista é uma coisa, ser histérica e pouco inteligente é outra, deixem lá a barbearia para os senhores, além de que este género de Barbearias lembra-me sempre o Sweeney Todd, quem é que quer uma lamina afiada junto ao pescoço? E não me venham com “ah mas é o principio” não é o principio nem o fim foi uma manobra de Marketing e vocês caíram que nem umas patinhas. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *