Juro-vos que isto não me sai da cabeça

Neste caso, a espingarda oferecida a Kristian é o modelo My First Rifle (a minha primeira espingarda), fabricado pela empresa Crickett.Trata-se de um modelo feito especialmente para crianças, disponível em várias cores, e muito popular em alguns estados norte-americanos.” In Público.

Será que eles por lá já conhecem as pistolas de brincar? Por muitas voltas que dê não consigo conceber a imagem de uma pessoa sã mentalmente a dar uma pistola “de verdade” a uma criança, quanto mais uma criança de 5 anos, ainda mais com munição dentro. Não consigo, isto anda a perturbar-me o espirito. Ainda mais quando se lê no dito artigo o seguinte ““Nesta zona do país, não é invulgar uma criança de cinco anos ter uma arma ou um pai passar a sua ao seu filho””, só pode estar tudo louco.

Morrerem tão poucos é um milagre e quase nos faz acreditar numa força do universo que protege as crianças daquele país.

Esterilizar um país inteiro é proibido não é? Podemos então fazer um muro à volta?Ninguém entra nem saí, ficam lá eles sozinhos, assim como assim não vão dar pela nossa falta, desde que tenham o seu país tão fantástico e “extra-ordinário”. O resto do mundo é paisagem para eles portanto. 

Juro-vos que não entendo….e isto faz-me uma confusão diabólica. E isto faz-me ter muito medo daquelas pessoas e do futuro daquela gente.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *